[Imprimir]

A candidatura “UNIVERSITIES PORTUGAL – CONNECTING KNOWLEDGE”, apresentada pela UTAD ao Sistema de Apoio a Ações Coletivas – Internacionalização, foi aprovada com um montante elegível de 764.772,56€ financiado pelo COMPETE2020, Portugal 2020 e pelos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento, no âmbito da Prioridade de Investimento (PI) 3.2 do Eixo II do domínio da Competitividade e Internacionalização.

Esta candidatura, desenvolvida no âmbito do CRUP, envolve além da UTAD, as Universidades do Minho, Porto, Aveiro, Coimbra, Beira Interior, Évora e Católica Portuguesa (Porto).

De uma forma geral, visa reforçar a visibilidade das instituições e oferta formativa, aumentar o recrutamento de estudantes e contribuir para aumentar as exportações de serviços em educação.

As ações previstas serão realizadas até setembro de 2022, embora ainda sujeitas a reformulação atendendo às circunstâncias atuais e às incertezas quanto ao ano 2021, e estão estruturadas em três eixos: comunicação e de marketing; promoção da marca de “UniversitiesPortugal.com”; e capacitação e divulgação.

Os objetivos estratégicos visam aumentar a visibilidade, a notoriedade e a atratividade de Portugal, enquanto destino de estudos superiores e de investigação, em interação com as empresas; promover a marca “UniversitiesPortugal.com”, enquanto símbolo de um país moderno e competitivo e, deste modo, melhorar os indicadores de internacionalização das universidades portuguesas; posicionar o ensino superior e a investigação, enquanto serviços exportáveis e parte relevante de uma economia competitiva, aberta à internacionalização e à inovação; potenciar a oferta internacional das Universidades Portuguesas; reforçar a capacidade das universidades portuguesas para atrair estudantes e investigadores internacionais, bem como o regresso da diáspora; potenciar os estudantes e investigadores internacionais enquanto atores que contribuem para diplomacia económica e científica portuguesa; ambicionar o reforço da capacidade da rede diplomática na divulgação da língua portuguesa e do ensino superior e investigação; potenciar estratégias coletivas de internacionalização envolvendo as universidades portuguesas e outros stakeholders; e reforçar e potenciar a iniciativa “Study & Research in Portugal”.