[Imprimir]

Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior esteve na UTAD a 13 de novembro onde assinou o protocolo que vai dotar a UTAD de um centro de competência de visualização de computação avançada e inaugurou o reforço das infraestruturas de conectividade digitais da UTAD, no âmbito do projeto RCTS 100.

“Estas duas iniciativas marcam o arranque da transformação do campus da UTAD num campusdigital com acesso rápido e fácil à rede wi-fi  indoor e outdoor e a tecnologias de informação e visualização, sendo que é nosso objetivo aumentar a largura de banda para 100Gbps até maio de 2021”, explica Fontainhas Fernandes, Reitor da UTAD.

O reforço e aumento das infraestruturas de conectividade de rede da UTAD foi aumentado de 2 Gbps para 10Gbps, e a infraestrutura de rede wi-fi é totalmente suportada em normas de última geração wi-fi6. Este reforço dá-se no âmbito do projeto RCTS 100 da Unidade de Computação Científica (FCCN), da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

O “Lab de Computação Avançada” está integrado na Rede Nacional de Computação Avançada, no âmbito do INCoDe.2030, e é aberto à comunidade científica, para apoio ao ensino e investigação.

O Ministro Manuel Heitor realçou a importância destas duas infraestruturas para a competitividade da Universidade e salientou ainda a capacidade da UTAD em desenvolver “novas competências na área da virologia”, nomeadamente no combate às “doenças zoonóticas”.

O Governante inaugurou ainda o primeiro quilómetro da ciclovia, que vai ligar o Campus à cidade de Vila Real, o qual assinala também o inicio do percurso geológico na UTAD, e visitou o Hospital Veterinário da Universidade que considerou “verde e digital”, marcas que a ligam “também à genética animal”.