[Imprimir]

VALORIZAÇÃO DO INTERIOR: chavão ou ação? Foi o tema central de um fórum realizado online a partir da aula magna da UTAD e que contou com mais de 40 oradores convidados, que pensaram e debateram o território, e com centenas de espectadores nos dias 13 e 15 de janeiro de 2021.

O evento, transmitido em direto pela UTAD TV e pela Universidade FM contou, na sessão de abertura, com Isabel Ferreira, Secretária de Estado da Valorização do Interior a par da presença de um representante da comissão organizadora do evento e docente da UTAD, Levi Leonido, e do jornalista e diretor da Rádio Universidade, Luís Mendonça.

Na sessão do dia  15, esteve na sessão de abertura o  Padre Eduardo Novo (Padres Marianos da Imaculada Conceição) a quem se juntaram os Reitores das Universidades e Politécnicos de Évora, Beira Interior, Portalegre, Beja, Viseu e Bragança, Presidentes dos Municípios de Vila Real, Bragança, Chaves, Peso da Régua, Murça, Vimioso, Torre de Moncorvo, e de vários especialistas em ciência, artes, arqueologia, património, entre outros, como Laura Afonso, Luis Crespi, Mila simões de Abreu, Mario Cardoso, Vitor Pinto, Ricardo Oliveira, Ana Branca Carvalho, Luis Canotilho, Ana Paula Figueira, Ana Telles, a par de representantes de Centros de Investigação de referência como o CITAB e o CIMO, respetivamente Ana Barros e Luís Alberto Pereira.

A estes juntaram-se personalidades de antigos governos constitucionais como Júlio Meirinhos e Luis Leite Ramos, atual deputado parlamentar, assim como os candidatos à Presidência da República João Ferreira e Vitorino Silva. Marcaram ainda presença figuras diretamente ligadas à cultura (DRCN, direção de teatros municipais, diretores de companhias de teatro profissionais e associações várias, entre os quais João Silva, David Carvalho, Fábio Timor, João Cunha), bem como o representante do Parque de Ciência e Tecnologia – Regia Douro Park, Nuno Augusto. Entre este alargado grupo de convidados e oradores, destacaram-se ainda representantes dos sindicatos, José Abraão, o inspetor do SEF, Gil Couto, um membro do CEN, Carlos Almendra, a médica veterinária, Liliana Vaz de Carvalho, o gestor hospitalar, Henrique Capelas, membros do Conselho Geral da UTAD, estudantes e funcionários, respetivamente José Pinheiro e Lilia Macieirinha, entre outros, como os Jornalistas e colunistas em meios de comunicação nacional e regional, Miguel Cabral e Luís Pereira.

Este evento foi organizado pelo Movimento MUDAR, que tem o representante eleito no Conselho Geral da UTAD, Levi Leonido.

Esse movimento têm já agendados outros eventos nos seguintes domínios e a debater ao longo do ano:  1. Fundo Europeu de Recuperação e Resiliência: destinatários e reais beneficiários; 2. Regionalização ou descentralização: uma inevitabilidade ou uma opção imponderada?; 3. Um país como mais ou menos Estado?; 4. Igualdade e equidade: o papel das minorias no coletivo da humanidade; 5. Fluxos migratórios no velho continente: oportunidade ou ameaça?; Reforma e renovação dos quadros da função pública: miragem ou oportunidade?.

Mais informação em: https://movimentomudar.com/

Fonte: Movimento MUDAR