[Imprimir]

Fica assim constituído órgão que vai eleger o novo reitor a 29 de março de 2021

São sete as personalidades de reconhecido mérito, externas à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), que tomaram posse a 29 de janeiro e vão integrar o novo Conselho Geral 2020-2024. Estes membros foram cooptados através de convite e vão juntar-se aos 18 membros eleitos, ficando assim completo o processo de composição deste órgão com 25 membros internos e externos à UTAD.

Trata-se de António Marquez Filipe, presidente da direção da Liga dos Amigos do Douro Património Mundial; Cristina Azevedo, analista financeira que presidiu à Fundação Cidade de Guimarães (entidade responsável pela organização da Guimarães Capital da Cultura 2012); Mário Lopes dos Santos, dirigente na Agência Europeia do Controlo das Pescas; Miguel Pinto, engenheiro Mecânico formado no ISEP e Diretor da Continental Advanced Antenna Portugal; Miguel Poiares Maduro, professor universitário e antigo Ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional do XIX Governo de Portugal; Rosário Gamboa, Professora do Ensino Superior, antiga presidente do Instituto Politécnico do Porto e atualmente deputada à Assembleia da República e Rúben Claro da Fonseca, diplomado da UTAD, presidiu à Associação Académica da UTAD e é atualmente quadro da Lusiaves.

A seguir ao ato de tomada de posse decorreu a eleição do Presidente do Conselho Geral e do Secretário entre os 25 Conselheiros, tendo sido eleito Miguel Poiares Maduro, como Presidente, e Daniela Fonseca, como Secretária.

O Presidente eleito afirmou ser “uma honra suceder ao Dr. Silva Peneda e poder continuar a contribuir, em conjunto com os novos colegas do Conselho Geral, para o crescimento da UTAD e a sua afirmação como uma instituição académica e cientifica de excelência e de forma ambiental e socialmente sustentável”.

O Conselho Geral da UTAD é um órgão de decisão estratégica e de fiscalização, cujas competências, passam por organizar o procedimento de eleição e eleger o Reitor, que irá substituir António Fontaínhas Fernandes que termina o seu segundo mandato como reitor na UTAD, entre outras funções. A eleição para o novo reitor tem lugar no próximo dia 29 de março de 2021.

Mais informação sobre todos os membros do Conselho Geral em:https://www.utad.pt/universidade/orgaos-da-utad/conselho-geral/

Notas Biográficas dos Membros Cooptados

António Jorge Marquez Filipe nasceu na freguesia da Sé, Porto em 1964. É licenciado em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto, do curso de 1982-1987. Entre 1992 e1993 concluiu um MBA na EGE –Atlantic Business School, tendo também frequentado várias ações de formação profissional, nomeadamente na Ashridge Business School, ESADE Barcelona, INSEAD Fontainebleau e na Porto Business School. É Administrador e Chief Operating Officer da Symington Family Estates,Vinhos, S.A. e membro da direção da Associação das Empresas de Vinho do Porto e do Conselho Interprofissional da Região Demarcada do Douro. Presidente da Liga dos Amigos do Douro Património Mundial. Membro do Conselho de Administração da Fundação Casa da Música. Membro da Direção da Associação Bagos d’Ouro, I.P.S.S. É Membro do Conselho Consultivo do Fórum para a Competitividade. Membro do Conselho Diretor da Associação Portuguesa de Gestão e Engenharia Industrial. Foi Treasurer da “British Association –The Factory House”do Porto, em 2020.

Cristina de Azevedo é licenciada em Relações Internacionais Económico Políticas pela Universidade do Minho em Braga, tem uma Pós-Graduação em Análise Financeira pela Faculdade de Economia do Porto e um PDE – Programa de Direção de Empresas pela AESE – Escola de Direção e Negócios. Defendeu ainda provas públicas para obtenção do grau de Especialista em Administração e Gestão no ISPGAYA que concluiu com mérito. Atualmente é Comentadora Política da RTP e do Porto Canal, Cronista do Jornal de Notícias – cujo Conselho Editorial integra – e gere a sua própria empresa de Consultadoria com especialização na área do Desenvolvimento Regional e Fundos Comunitários. Assumiu (entre 29 de Agosto de 2009 e 3 de Agosto de 2011) a Presidência da Fundação Cidade de Guimarães, com o objetivo de organizar e implementar o Programa Cultural da Capital Europeia da Cultura Guimarães 2012; sob a sua liderança viu atribuído pela Comissão Europeia o Prémio Melina Mercouri que atesta a qualidade da organização e da programação de Guimarães 2012. Até aí e durante cerca de 10 anos exerceu funções dirigentes na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte onde inicia funções como Vice-Presidente de Luís Braga da Cruz, função que reassume sob a liderança de Carlos Lage tendo a 15 de Outubro de 2007, sido nomeada pelo Governo Português como Vogal Executiva da Comissão Diretiva do PO Norte 2007-2013.Por força da assunção por Luís Braga da Cruz da pasta da Economia no XIV Governo Constitucional, assume interinamente a Presidência da CCDR-N, repetindo a experiência por prazo mais alargado – entre 15 de Janeiro e 30 de Setembro de 2003 – na sequência da demissão da Presidente que, entretanto, sucede a Luís Braga da Cruz. A intensa atividade de gestão global que vive nestes períodos conferem-lhe uma alargada e consistente visão da administração local, desconcentrada e central bem como dos principais desafios de desenvolvimento colocados ao nível do território de proximidade (abrangido pela CCDR-N), do país, e deste em relação ao contexto Europeu.

Mário Lopes dos Santos é funcionário da Comissão Europeia desde 1997, com passagem na DG MARE e DG Investigação em Bruxelas, nas quais foi responsável pela gestão de projetos no âmbito do programa-quadro de investigação e inovação da União Europeia. Em 2008, incorporou-se na Agencia Europeia para Control de Pescas, sediada em Vigo, Espanha, onde exerce desde de 2017 a função Chefe de Unidade para Aguas Europeias e Norte Atlântico. No desempenho das suas funções para a União Europeia, presidiu a vários comités no marco da cooperação entre Estados Membros e Comissão Europeia, assim como em vários fóruns para a cooperação internacional. As suas funções incluíram a definição de linhas estratégicas, coordenação e implementação do programa-quadro de investigação e inovação da União Europeia, e atualmente o seu papel reside na organização da coordenação operacional entre os Estados Membros, a Comissão Europeia e outros organismos no âmbito da cooperação internacional na área das pescas. Licenciado em Ciências do Meio Aquático pela Universidade do Porto, e com mestrado pela Universidade de Plymouth em “Applied Fish Biology”, exerceu a sua atividade profissional no inicio da carreira em Portugal entre 1995-1997 na Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica do Porto, e no Instituto Politécnicos de Viana do Castelo.

Miguel Pinto, 47anos, natural do Porto, casado com dois filhos. É bacharel em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) e licenciado em Engenharia e Gestão Industrial pela Universidade Lusíada. Entre várias formações e especializações académicas, destaca-se o MBA Executivo pela Universidade Católica. A nível internacional, é especializado em Liderança pela Universidade de Harvard em Liderança Estratégica pela Wharton Business School,e possui também, uma formação em Gestão Executiva pela Kellog School of Management. Desempenha, atualmente, funções como Diretor Geral da Continental Advanced Antenna Portugal.A sua atividade profissional tem estado ligada a várias multinacionais em setores como energias renováveis e indústria automóvel, com cargos de Gestão de Qualidade e Direção Industrial. Desempenha ainda funções como Presidente do Conselho Consultivo da AEP –Associação Empresarial de Portugal, sendo também professor convidado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). Desempenhou funções no movimento associativo como presidente da Federação Académica do Porto (1999) e como presidente da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Engenharia do Porto (1997).

Miguel Poiares Maduro é Professor da Cátedra Vieira de Almeida da Global School da Universidade Católica de Lisboa. É, igualmente, Diretor do Fórum Futuro da Fundação Gulbenkian. Foi até ao verão de 2020 Diretor e Professor da School of Transnational Governance do Instituto Universitário Europeu onde continua a ser Professor Convidado. Foi Ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional de 2013 a 2015. Foi Advogado Geral no Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias até Outubro de 2009. É licenciado pela Faculdade de Direito de Lisboa e doutorado pelo Instituto Universitário Europeu de Florença, onde obteve os prémios para a melhor tese de Doutoramento e de melhor investigador do Departamento de Direito. Foi Professor Convidado da Yale Law School, do Centro de Estudos Constitucionais (Madrid), Universidade de Chicago e London School of Economics. Lecciona igualmente na Universidade Católica e no Colégio da Europa. Foi Presidente do Comité de Governação da FIFA de Maio de 2016 a Abril de 2017. Agraciado com a Comenda da Ordem de Santiago da Espada é autor, de numerosas publicações. Em 2010 foi distinguido com o Prémio Gulbenkian de Ciência. O seu livro mais recente é Democracy in Times of Pandemic (com Paul Kahn).

Rosário Gambôa é doutorada em Filosofia, U Minho (2001); Mestre em Filosofia da Educação, U Minho (1993); licenciada em Filosofia, U. Porto (1982). Presidente do Instituto Politécnico do Porto (2010/18); Vice-Presidente Investigação Internacionalização (2006-08) Presidente da Escola Educação/IPP (2001-6). Membro do Conselho do Ensino Superior Militar (2017-19). Primeiro Secretário do Conselho Geral do INESC/TEC (2015-18); Conselho de Administração da Casa da Música (2015/8); Direção do Coliseu do Porto (2016-19). Membro Direção da Associação Comercial do Porto (2016-21), Conselho de Administração da Fundação AEP (2018-21). Deputada à Assembleia da República (2019).

Rúben Manuel Quintela Claro da Fonseca (1963) é natural de Lamego e vive em Vila Nova de Gaia. É licenciado em Engenharia Zootécnica pela UTAD. Foi presidente da Associação Académica da UTAD nos anos de 1986-1987 e 1987-1988. É atualmente presidente da Associação dos Antigos Estudantes desta Universidade. Desde 2003 ocupa o cargo de administrador da sociedade “Campoaves – Aves do Campo, S.A” .Desde 2004 é gerente da sociedade “Avilamego, Lda.”. Desde 2006 é administrador da sociedade “Lusiaves- Indústria e Comércio Agroalimentar, S.A. É membro fundador e presidente, desde 2004, da direção da “Ribaflor- Associação Florestal das Terras de Ribadouro. Em alguma das empresas onde exerce a atividade, já teve e mantém responsabilidades na área da produção primária, do   Marketing e Comunicação, na I&D, na implementação de projetos industriais e na Internacionalização.