EN2 vai ter um Observatório

A ideia partiu da UTAD e conta com investigadores de 13 instituições de ensino superior

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a Associação de Municípios da Rota Estrada Nacional 2 (EN2), associação presidida pelo Município de Santa Marta de Penaguião que integra mais de 30 municípios dos territórios atravessados por esta estrada, que se estende de Chaves a Faro, assinaram recentemente um protocolo com vista à construção de um “Observatório da EN2”. Este terá como objetivos monitorizar, avaliar os múltiplos impactos diretos e indiretos e servir de apoio à formulação de estratégias e políticas de desenvolvimento.

O projeto, da iniciativa de investigadores da UTAD, tem como responsável Teresa Sequeira, docente da UTAD e investigadora do CETRAD e conta com a participação de mais de 40 investigadores de 13 instituições de ensino superior de todo o país, provenientes de várias áreas temáticas como Economia, Sociedade e Políticas Económicas; Cultura e Turismo; Inovação e Empreendedorismo; Paisagem, Floresta e Ambiente; e Território, Mobilidade e Planeamento, tendo por fim promover a coesão territorial. Conta ainda com a participação da Associação Douro Alliance, estando em curso o estabelecimento de outras parcerias institucionais.

Segundo Teresa Sequeira, o observatório que se pretende implementar “integra-se nos valores do Turismo Sustentável que defende uma forma de turismo que compatibilize e integre os aspetos naturais, culturais e sociais com o desenvolvimento económico nestes espaços”.

Pretende ainda contribuir para os objetivos da Agenda 2030, através da valorização e proteção dos recursos naturais, paisagísticos e culturais “únicos dos territórios das áreas atravessadas e envolventes da EN2, bem como das suas gentes. Tratam-se de territórios do interior, na sua maioria de baixa densidade e com todos os problemas demográficos, sociais e económicos inerentes, e que urge reverter, pelo que a dinamização turística da EN2 pode constituir um instrumento de grande impacto para estes territórios”, salienta a investigadora.

O projeto, que está em desenvolvimento, irá ser submetido à Direção da Associação de Municípios da Rota da EN2 durante o próximo mês de março.

Informação sobre a EN2 em: https://www.rotan2.pt/

Foto: Direitos Reservados