[Imprimir]

Foi assinado a 12 de abril um acordo de colaboração para a criação oficial da Rede de Laboratórios Científicos para Situações de Emergência e Riscos de Saúde Pública. A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) integra esta Rede através do Laboratório Genetics4U, liderado pela investigadora Raquel Chaves.

O objetivo foi formalizar a disponibilidade dos Laboratórios Científicos para “manterem a colaboração para a resposta à atual pandemia de COVID 19”, bem responder a “futuras pandemias ou outras situações essenciais para a resposta à população portuguesa”, dá-se um ano após a criação informal e depois de ter ficado “demonstrada a capacidade de resposta à pandemia por COVID 19”. Esta rede integra 23 laboratórios Científicos de vários pontos do país.

O acordo foi assinado pelo Ministro da Ciência Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor e pela Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, e, no caso da UTAD, pelo Reitor, António Fontainhas Fernandes.

Raquel Chaves referiu que este protocolo foi assinado na altura em que se assinala o primeiro aniversário do programa “Heróis dos Testes” –  que há um ano lançou um processo de testagem preventiva de diagnóstico à Covid-19 em lares de idosos – e onde se inclui a UTAD, tendo acrescentado que este “reforça a importância da academia e laboratórios de investigação no apoio à comunidade e que no futuro poderá ver a sua intervenção reforçada neste âmbito”.

Recorde-se que este laboratório da UTAD tem tido uma intervenção de serviço público no combate à COVID-19, não apenas pela análise de mais de 30 mil testes ao vírus SARS-CoV-2, mas também na testagem de profissionais de estruturas de apoio a idosos, crianças e jovens do Concelho de Vila Real, sempre em estreita colaboração com a ARS Norte e o Ministério do Trabalho Solidariedade e Segurança Social.

Foto: Representantes da Rede de Laboratórios Científicos para Situações de Emergência