[Imprimir]

«Temos história e temos caminho»

Rodeada de dignidade, ainda que condicionada pelas contingências do COVID-19, decorreu na Aula Magna, no dia 14 de maio, a cerimónia de posse do novo Reitor da Universidade de Trás-os-Montes, Emídio Ferreira dos Santos Gomes. Como convidados encontravam-se numerosas individualidades, tais como a Ministra da Coesão Territorial, a Secretária de Estado da Valorização do Interior, o Presidente da Câmara Municipal ed Vila Real, Presidente do Conselho de Reitores e reitores de diversas Universidades e presidentes de Politécnicos, o presidente da CCDR-N, Bispo de Vila Real, o ex-Primeiro Ministro Passos Coelho, autarcas, deputados, empresários, para além de membros da academia. 

A sessão teve início com as palavras do reitor cessante, Fontainhas Fernandes, que expressou agradecimentos a instituições e pessoas que contribuíram para a sua missão, ao longo de dois mandatos, deixando votos esperançosos para o mandato do novo reitor, com o testemunho do reconhecimento das suas qualidades de trabalho e de liderança. Seguiu-se a intervenção do Presidente do Conselho Geral, Miguel Poiares Maduro, que realçou os grandes desafios que a UTAD e o novo reitor têm pela frente, com uma nota de apreço pela sua visão estratégica para elevar a Universidade a patamares de excelência a nível nacional e internacional. Salientou ainda a forte legitimidade conferida pelo resultado eleitoral obtido pelo novo reitor. Usou também da palavra a Presidente da Associação Académica, Maria Ferreira, num discurso voltado para a defesa dos estudantes que deseja sejam sempre “o epicentro da Universidade”, depositando na nova equipa reitoral as maiores esperanças para uma cooperação saudável.

Momento alto da cerimónia foi também a tomada de posse dos restantes membros da equipa reitoral: Vice-reitores (Eduardo Rosa, João Barroso, Gonçalo Fernandes e Jorge Ventura Cardoso) e Pró-reitores (Jaime Sampaio, José Paulo Cravino, Hugo Paredes, Carla Amaral, Ricardo Bento, Cristina Saraiva, Conceição Soares Pereira e Daniela Fonseca).

O novo reitor encerrou a sessão. “Temos história e temos caminho”, afirmou Emídio Gomes, lembrando que a UTAD “tem uma identidade com uma herança sólida e consistente que precisa de se expandir em relevância e reconhecimento, sem medos nem preconceitos, alinhada com o mundo e com o futuro”.

“A abertura da UTAD ao mundo é decisiva para a sua sobrevivência a prazo. Uma universidade que apenas se renova dentro de si própria entrará num plano inclinado irreversível”, lembrou também.

Na convicção de que “o desígnio das universidades prende-se sobretudo com a sua perceção por parte da sociedade”, referiu ainda o reitor que “cada vez mais serão reconhecidas pelo conhecimento que produzem e pela forma como o disponibilizam. As mais eficientes tenderão, naturalmente, a captar os melhores alunos”. Por isso, “como todas as instituições, territórios e regiões incluídas, a UTAD vai ter que elevar a sua capacidade competitiva, seja por alunos, talento, financiamento, apoio de empresas ou pela atenção da opinião pública”. 

Mas também a afirmação do território não é esquecida na nova estratégia reitoral. “Queremos que a UTAD seja um ‘portal’ de afirmação do território, que leve a região ao mundo e, ao mesmo tempo, traga também muito para a região, seja conhecimento, desenvolvimento, reconhecimento ou investimento”, afirmou Emídio Gomes, num discurso que abre, igualmente, portas a projetos futuros ambiciosos, tais como o propósito de “participar ativamente na reorganização da formação superior pública no domínio da saúde”, cujo primeiro passo foi já assumido com a “criação de um Centro Académico Clínico, em parceria com o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD)”.

Recorde-se que o novo reitor da UTAD foi eleito pelo Conselho Geral no passado dia 29 de março. É natural de Massarelos, Porto, licenciado em Engenharia Zootécnica pela UTAD, mestre em Ciências Biomédicas e doutorado em Ciências Biomédicas, especialidade de Nutrição. Professor Catedrático pela Universidade do Porto, onde também foi Pró-reitor para a Inovação e Relações Empresariais, Emídio Gomes exercia funções, desde 2017, de Vice-reitor da UTAD para a Área de Investigação e Inovação. No seu extenso curriculum, foi ainda Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, Presidente da Agência Nacional de Inovação e Administrador Executivo da Área Metropolitana do Porto.