[Imprimir]

A UTAD, em parceria com a Pontifícia Universidade Católica de S. Paulo e a Universidade Estadual de Campinas, em colaboração com as Universidades do Porto e de Coimbra, realizou, de 26 a 29 de outubro, o II Congresso Internacional de História da Ciência no Ensino, em simultâneo com a VIII Jornada de História da Ciência e Ensino e o 4º Curso de formação de professores em História da Ciência no Ensino das Ciências. O evento, em formato online, contou com cerca de mil inscritos de diversos países, entre investigadores, professores de todos os níveis de ensino, estudantes e outros interessados na temática na história da ciência, tendo decorrido 62 sessões distribuídas por minicursos, workshops, mesas redondas, centenas de comunicações orais e posters.

Em representação da UTAD e da organização falou Isilda Rodrigues, docente do Departamento de Educação e Psicologia. Por sua vez, o Reitor Emídio Gomes, na sessão de abertura, deu ênfase à estreita ligação entre as instituições de ensino de Portugal e do Brasil, enaltecendo a grande oportunidade deste congresso. Sublinhou também a importância da ligação da ciência ao ensino. “Foi através do ensino que evoluímos na ciência e é pela evolução da ciência que conseguimos fazer mais e melhor pelo ensino; e a lei da vida também nos mostra que quando formamos melhor a geração que vai suceder-nos teremos um país melhor”, referiu o reitor da UTAD na sua intervenção. 

Foram quatro dias de intensa atividade de discussão e reflexão, onde se debateram propostas de interface entre a História da Ciência e o ensino, enfatizando estudos que contemplam as relações da Ciência e da Tecnologia com o ambiente e a sociedade.

Este evento teve associada uma campanha solidária com o slogan “Ciência e Solidariedade de Mãos Dadas” durante a qual se apelou aos participantes para fazerem um donativo a uma das instituições sugeridas pela organização.