Professor da UTAD é o primeiro português na Rede Global de Geoparques

Artur Sá, docente da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), é o primeiro português a ser eleito para o Conselho Executivo da Rede Global de Geoparques (GGN), a entidade que supervisiona os territórios chancelados como ‘Geoparques Mundiais da UNESCO’.

O facto de integrar este órgão trará uma significativa visibilidade internacional para a UTAD, na medida em que os Geoparques Mundiais da UNESCO têm uma relação intrínseca com as universidades e com o trabalho de investigação desenvolvido por estas nas múltiplas áreas do conhecimento”, refere Artur Sá.

A escolha do docente do Departamento de Geologia é, também, o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido ao longo de quase duas décadas enquanto coordenador científico do Arouca Geopark, coordenador da Cátedra UNESCO de ‘Geoparques, Desenvolvimento Regional Sustentado e Estilos de Vida Saudáveis’ e avaliador sénior para os Geoparques Mundiais da UNESCO.

É na UTAD que, desde 2016, existe a primeira Cátedra da UNESCO dedicada aos geoparques, ao desenvolvimento regional e aos estilos de vida saudáveis. “Esta Cátedra tem colocado a UTAD, a região e Portugal na linha da frente no que respeita à formação avançada no domínio dos geoparques e dos estilos de vida saudáveis”, lembra Artur Sá.

Como órgão máximo da GGN, o Conselho Executivo é responsável pela gestão da associação enquanto parceira e única interlocutora para os geoparques junto da UNESCO. A eleição do docente da UTAD decorreu a 15 de dezembro, aquando do 9º Congresso Internacional dos Geoparques Mundiais da UNESCO.

 

Cátedra UNESCO em “Geoparques, Desenvolvimento Regional Sustentado e Estilos de Vida Saudáveis”

Foi na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro que nasceu a primeira Cátedra UNESCO dedicada aos geoparques, ao desenvolvimento regional sustentado e estilos de vida saudáveis. Desde 2016, esta Cátedra oferece oportunidades de formação avançada a alunos de mestrado e doutoramento em temáticas como Geoparques, Património Geológico e Geoconservação, Geoturismo, Educação para o Desenvolvimento Sustentável, Desenvolvimento Local, Dinâmica Económica e Coesão Socioterritorial e Estilos de Vida Saudáveis. Coordenada por Artur Sá, esta Cátedra conta com a colaboração de uma equipa multidisciplinar dos centros de investigação de Tecnologias Agroambientais e Biológicas (CITAB), de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento (CETRAD) e de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano (CIDESD).
São, ainda, de destacar as cinco edições da Universidade Internacional de Verão em Geoparques, Desenvolvimento Regional Sustentado e Estilos de Vida Saudáveis, promovidas no âmbito da Cátedra, que contaram com mais de 500 participantes oriundos de mais de 80 nacionalidades.

Texto: Patrícia Posse