“University Center”: um legado para os estudantes

A partir de agora, a comunidade académica já pode fazer uso do “University Center”, um espaço polivalente sediado no Largo do Pedrinhas. A inauguração decorreu a 2 de fevereiro, contando com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

“Este dia tem um simbolismo muito grande, porque marca a entrega do legado da história da nossa Universidade aos nossos estudantes, porque temos muita confiança na forma como eles se empenham no futuro da nossa UTAD”, sublinhou o reitor Emídio Gomes.

Foi no novo auditório, com capacidade para 120 pessoas, que o reitor da UTAD recuperou memórias do seu tempo de estudante: “foi neste mesmo espaço que, em 1984, decorreram as primeiras provas de doutoramento em Ciências Agrárias”. “Lembro-me de termos vivido um momento de grande luxo com a inauguração do primeiro auditório do IUTAD [Instituto Universitário de Trás-os-Montes e Alto Douro].”

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, também marcou presença na inauguração, referindo que sempre que regressa à UTAD são “lançados desafios”. “A criação do Centro Académico Clínico é um outro desafio, porque o desenvolvimento das áreas biomédicas pode trazer à UTAD um percurso de sucesso. A articulação entre universidades e hospitais é estruturante para o desenvolvimento das regiões.”

O Centro Académico Clínico de Trás-os-Montes e Alto Douro é uma iniciativa conjunta da UTAD e do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD). “Assente na filosofia diferenciadora ‘One Health’, o Centro Acamédico Clínico será de grande importância na melhoria da qualidade dos cuidados de saúde prestados às populações de toda a região de Trás-os-Montes e do Alto Douro, ao mesmo tempo que inaugurará uma nova etapa do ensino e da investigação das ciências médicas no nosso País”, relembra o reitor da UTAD.

O compromisso de Maria Ferreira

Foram anos a fio “nos fundos deste edifício e sem dignidade”, por isso, o “University Center” leva a presidente da AAUTAD, Maria Ferreira, a assumir o “compromisso de transformar este local histórico no coração do campus.

“Temos gabinetes para reunir, para a nossa provedora, que passa assim a estar próxima dos estudantes, para os núcleos, secções e associações de estudantes, uma sala de estudo, que servirá também para ensaios da tuna, um café, uma loja académica e este auditório que já está ocupado com atividades até Maio”, referiu.

No dia em que tomou posse para um segundo mandato, Maria Ferreira não tem dúvidas de que o “University Center” trouxe “mais e melhores condições para a AAUTAD.

 

Texto: Patrícia Posse