Investigadora da UTAD leva a criatividade à Cidade do Futebol

“Desenvolvimento de comportamentos criativos em futebolistas” é o tema que Sara Santos, investigadora da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), vai apresentar na conferência internacional “Ciência e Futebol”. Promovido pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), o evento decorre a 29 e 30 de abril, em Oeiras.

Com uma linha de investigação focada no treino para a criatividade, Sara Santos quer ajudar treinadores, clubes e entidades reguladoras a otimizar a qualidade do processo de preparação desportiva do jogador de futebol. Para tal, vai apresentar o Modelo de Desenvolvimento para a Criatividade no Desporto.

Vou mostrar estratégias e cenários variados e completamente inesperados para proporcionar ambientes de aprendizagem desafiantes e imprevisíveis e, assim, potenciar as capacidades adaptativas dos jovens futebolistas”, explica.

Desenvolvido para apoiar os treinadores na criação de ambientes de treino propícios à ocorrência de comportamentos criativos, este modelo mostra a importância de uma prática diversificada durante as etapas iniciais da formação desportiva.

Este modelo tem sido aplicado no Skills4Genius, um programa que tem desenvolvido a criatividade em escolas portuguesas do ensino básico. Desde 2016, já estiveram envolvidas mais de 1500 crianças (entre os 5 e os 10 anos) da região Norte.”

A conferência “Ciência e Futebol” reúne vários investigadores nacionais e internacionais em torno da discussão de temas relevantes e emergentes das Ciências do Desporto. Sara Santos, investigadora do Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano (CIDESD) e docente da UTAD, é uma das oradoras convidadas, o que é também o reconhecimento do seu trabalho.

“É com enorme satisfação que participo nesta conferência organizada pela FPF, com especialistas de renome. É uma iniciativa que, pela sua pertinência e oportunidade, possibilitará, certamente, momentos únicos de partilha e de reflexão”, conclui.

A investigadora da UTAD foi distinguida, em 2018, pela Creative Education Foundation, com a primeira bolsa Ruth B. Noller a ser atribuída em Portugal. Mais tarde, a Fundação Calouste Gulbenkian selecionou o projeto “Skills4Genius” para integrar a 1ª edição das “Academias do Conhecimento”, sendo agora considerado uma metodologia de referência. Mais recentemente, Sara Santos foi distinguida com o Prémio Investigador Jovem pela UTAD e com o Prémio Ciências do Desporto do Comité Olímpico de Portugal.

 

Texto: Patrícia Posse