[Imprimir]

“De Memórias nos Fazemos” é o título do mais recente livro de Violante Saramago Matos e, na próxima terça-feira, 24, será apresentado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). Esta será a primeira sessão de apresentação na região de Trás-os-Montes e Alto Douro, com a presença da escritora e filha do Nobel da Literatura.

“A autora traz-nos memórias escritas de diversas fases da sua vida. Em particular, vemos como José Saramago, antes e depois do Nobel, enquanto pai, homem e cidadão empenhado, está completo e íntegro na obra que nos deixou, na poesia como no romance, na crónica mais literária como na mais política, no teatro como na entrevista, no ensaio como no depoimento e no diário”, refere Carlos Nogueira, responsável pela Cátedra Saramago na UTAD e que fará a apresentação da obra.

Editado em março, “De Memórias nos Fazemos” é uma homenagem de Violante Saramago Matos ao seu progenitor, revelando a cumplicidade desse elo filial ao longo de 132 páginas. “É um livro em que a autora dialoga com as suas memórias, mais e menos recentes, e evoca o pai, mas também a mãe, a sua infância, a sua adolescência, a sua vida adulta”, adianta Carlos Nogueira. Também a escolha do título suscita uma reminiscência da obra de Saramago, que em 2006 publicou o livro “Pequenas Memórias”.

Aos 74 anos, Violante Saramago Matos visitará pela primeira vez a UTAD, a universidade que criou a primeira Cátedra José Saramago em Portugal. Com esta iniciativa, a Cátedra José Saramago cumpre o desígnio de investir em pensamento, diálogo, cultura e humanismo, envolvendo a comunidade académica da UTAD e a comunidade transmontana e alto-duriense.

A apresentação do livro “De Memórias nos Fazemos” terá lugar no novo átrio da reitoria, sendo a entrada livre, mas sujeita a inscrição (através do email protocolo@utad.pt até à véspera do evento, dia 23).

 

 

Texto: Patrícia Posse

Fotografia: Direitos Reservados