[Imprimir]

O projeto “P4Regenera” conquista 3º lugar na final nacional do Concurso de Ideias do projeto UI-CAN – Universidades como Interface para o Empreendedorismo, que decorreu a 2 de junho, na Universidade da Beira Interior. Os projetos “Karion Therapeutics”, da Universidade do Minho, e “Kindology”, da Universidade de Aveiro, ficaram em 1º e 2º lugar (respetivamente).

Ao propor uma solução terapêutica inovadora e biodegradável para o tratamento de feridas em cães e gatos, o produto do P4Regenera vem dar resposta a um dos problemas mais frequentes na clínica de cães e gatos: a ocorrência de feridas cutâneas provocadas por acidentes de viação, quedas, mordidas, auto traumas, etc.

Mais do que cicatrizar, este produto estimula e acelera os mecanismos de regeneração tecidular dos animais. Ao ser aplicado na ferida e absorvido, diminui a frequência da mudança de penso e, consequentemente, a produção de lixo e desperdícios em contexto clínico. Por outro lado, contribui para a diminuição da pegada ecológica no que diz respeito ao uso de antibióticos e antisséticos habitualmente utilizados no tratamento deste tipo de feridas”, explica a investigadora Maria dos Anjos Pires.

O projeto P4Regenera já tinha arrecadado o 1º prémio do Concurso de Ideias de Negócio INOV@UTAD 2022, no valor de três mil euros.

Liderado pela Universidade de Aveiro, o projeto UI-CAN envolve a Universidade da Beira Interior, a Universidade do Porto, a Universidade do Minho/TecMinho, a Universidade de Coimbra, a Universidade Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a Universidade de Évora, sendo cofinanciado pelo COMPETE 2020, através do Fundo Social Europeu.

Texto: Patrícia Posse

Fotografia: Direitos Reservados