Museu de Geologia Fernando Real celebra Dia Mundial dos Oceanos

Neste Dia Mundial dos Oceanos, a comunidade académica está convidada a visitar a exposição “Oceano: Motor do Clima e Berço da Vida”, patente no Museu de Geologia Fernando Real. Entre as 9 e as 16h, podem explorar as profundidades dos oceanos através da observação de amostras de sedimentos do fundo oceânico, corais, nódulos e crostas polimetálicos e chaminés de vulcões de lama. Seja ao microscópio ou à lupa binocular, vão poder conhecer microrganismos como diatomáceas (microalgas marinhas), foraminíferos (microzooplankton) e micropoluentes (como plásticos).

Com esta mostra, o Museu de Geologia Fernando Real deixa o seu contributo para a estratégia territorial alicerçada nos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS), nomeadamente o ODS “Proteger a Vida Marinha”. “O oceano é o maior ecossistema do nosso planeta. Foi onde tudo começou, é o berço da vida, o motor do clima, armazena carbono, produz oxigénio, sustenta uma biodiversidade inimaginável e dá suporte direto ao bem-estar humano por meio de recursos alimentares, minerais e energéticos, além de fornecer serviços culturais e recreativos”, afirma a diretora do Departamento de Geologia, Elisa Preto Gomes.

A exposição “Oceano: Motor do Clima e Berço da Vida” pode ser visitada até 30 de setembro, sendo a entrada gratuita. As visitas guiadas estão sujeitas a marcação.

 

Texto: Patrícia Posse